fbpx

Natalia Peric apresenta método inovador que une Estilo Pessoal e Autoconhecimento

Natalia Peric apresenta método inovador que une Estilo Pessoal e Autoconhecimento

Uma das principais dores do universo feminino, a autoestima relacionada ao corpo e à aparência pode ter novas saídas através da proposta de Natalia Peric, consultora de Imagem Profunda e Facilitadora de Processos. Como entrar em harmonia com a própria Imagem, se conhecer mais profundamente e expressar sua essência e os valores mais verdadeiros através das roupas? Como criar coerência entre o que pensamos e sentimos fazendo com que isso se reflita na forma como nos expressamos? Imagem Consciente é uma ferramenta de autoconhecimento e alinhamento de nossa expressão.

Imagem Consciente é um conceito que se refere à utilização do estilo pessoal e da moda, dos modos e vestir e gerenciar nossa aparência como ferramentas para o autoconhecimento, entrando em contato com nossa identidade e ajudando a nos expressar a forma mais verdadeira. É a união de dois tipos de processos, a consultoria de imagem e estilo e o Desenvolvimento Pessoal.

A aplicação desse método pode se dar de duas maneiras: a Análise de Estilo Consciente, que é composta por quatro encontros e é um processo abreviado, indicado principalmente para pessoas que já tenham alguma desenvoltura relacionada ao ato de vestir e desejam se conhecer melhor. A Chave Mestra é mais profunda e conta com oito encontros.

Ela é a virada de chave que as mulheres precisam para viver em paz com seu corpo e sua aparência. Durante o processo é feito o alinhamento de cada um dos traços de personalidade revelados durante a análise corporal através de ações práticas que proporcionam equilíbrio, bem-estar e autoconfiança de forma integral.

“É chamado assim porque nos faz migrar de um modo automático de lidar com a aparência para outro no qual nos damos conta do que realmente funciona para nós. Aqui o corpo é rei porque além de ser o vetor e receptáculo de toda a experiência humana é o veículo de acesso ao mundo interno. Quando mudamos a forma como nos vemos, transformamos também nossa relação com o mundo e ele passa a nos responder de forma diferente, em ressonância a essa nova postura, essa força que recém- adquirida.”, afirma Natalia.

A jornada acontece através de atendimentos individuais, acompanhados de conteúdos gravados e exercícios práticos para serem realizados ao longo do percurso. É utilizada uma metodologia inédita desenvolvida ao longo de quase vinte anos de pesquisa e aprimoramento e está apoiada sobre quatro pilares:

Autoconhecimento: movimento de olhar para quem somos, história, identidade, de conhecer melhor o mundo interno, através da Análise Corporal, ferramenta que dá acesso às nossas dinâmicas interiores (sentir / pensar) a partir do formato de nosso corpo. Aqui serão identificados os traços de caráter que, em seguida, serão decodificados em elementos visuais (formas, cores, texturas, estampas e etc.) através da teoria dos Estilos Psicológicos.

Repertório Pessoal: conteúdos gravados que acompanham o processo e que abordam conceitos teóricos e instrumentais técnicos sobre Moda, Estilo entre outros correlatos que possibilitem a construção de um repertório pessoal sobre Moda e Estilo e para que se possa posteriormente aplicar esses princípios à própria imagem. A ideia aqui é obter conhecimento suficiente para se tornar a “Estilista de si mesma”.

Prática: os princípios agora são postos em prática através de exercícios que envolvem desde a descoberta de sua paisagem cromática das melhores cores para si, técnicas de Armário Cápsula (a seleção de peças de roupa estratégicas, coordenação e multiplicação de looks) até o ato de registrar e retratar-se com frequência a fim de mensurar o desenvolvimento do processo e reformular a visão que se tem da própria imagem. Também são elaboradas ações de autocuidado para garantir a estabilidade e perpetuar o estado de bem-estar e autoestima saudável.

Emancipação: é o momento em que surgem os insights indicando que a pessoa se apropriou do conhecimento que vem sendo acessado e daí surge algo que é dela. Entendimentos, percepções e novos sentidos são criados na relação da pessoa com sua imagem e seu corpo. Isso significa que a pessoa adquiriu autonomia, confiança em sua própria percepção e pode se expressar de forma autêntica, sem se sentir dependente de uma aprovação externa.

“Buscar um trabalho como esse é o caminho para mudar a forma como nos vemos para uma outra onde nos livramos da carga que nos foi imposta e nos percebemos a partir de um outro lugar, onde ressignificamos nossa relação com a imagem a partir de dentro para fora. O trabalho com nossa imagem/autoimagem é muito eficaz porque ajuda a trazer as transformações para uma esfera muito concreta: o corpo, que é a interface entre nosso universo interior e o mundo lá fora.’, conclui Peric.

Confira também:

Fique por dentro das novidades com a #TrendsCHK.
Siga a gente nas redes sociais @trendschk.

NEWSLETTER

Receba as novidades no seu e-mail

Written by: Lucas Nóbrega

Deixe um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com