fbpx

Procura por cirurgias plásticas dispara pós pandemia

As cirurgias plásticas, em sua maioria, são minimamente invasivos, o que permite menos risco à saúde e rápido retorno às atividades

Durante o isolamento social, houve um aumento na busca por procedimentos estéticos, principalmente na região do rosto. O principal motivo é o chamado efeito zoom, desencadeado por conta das videochamadas mais recorrentes, o que motivou as pessoas a perceberem detalhes no rosto que não agradam tanto e que antes não eram visualizados.

Hoje, com o controle da pandemia, a busca por procedimentos na região continua em alta, mas além da face, as regiões do abdômen e outras áreas como braços e mamas também estão entre as mais procuradas pelos brasileiros.

Quem explica é o médico cirurgião plástico há mais de 20 anos e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Dr. Victor Cutait, que observou um aumento de 40% destas cirurgias plásticas no consultório.

“Com a retomada da economia e mais encontros presenciais hoje, as pessoas estão exibindo partes do corpo que não eram vistas através da câmera, como abdômen, braços e também a região das mamas”, analisa.

Além disso, durante o período de alta da pandemia até hoje a incerteza causou, e ainda causa, um índice elevado de estresse. “As pessoas estão mais cansadas e exaustas, o que acelera o envelhecimento na região do rosto. Desta maneira, a procura por melhorias e cirurgias plásticas menos invasivas na região da face aumentaram muito”, revela Cutait.

Prova do aumento de estresse é o estudo realizado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e publicado pela revista The Lancet no qual mostrou que o número de pessoas com ansiedade e estresse agudo mais que dobrou durante a pandemia.

Confira abaixo alguns dos procedimentos mais realizados pós pandemia, a maioria minimamente invasivo, o que permite menos risco à saúde e rápido retorno às atividades:

Lipofracionada a laser: O procedimento elimina a gordura e molda a região. É indicado para quem deseja retirar gordura localizada e marcar curvas no corpo.

É realizada principalmente na região do braço, uma área muito exposta, e também na área do abdômen e púbis. O profissional explica que a região do púbis tem incomodado muitas pessoas. Isso porque a região marca em calças justas e é um problema muito recorrente tanto para as mulheres quanto para os homens.

Prótese de mama – Na região do colo, a prótese de mama é um dos procedimentos mais realizados no Brasil e no mundo. A retomada da economia e, consequentemente, aumento de encontros presenciais, retomaram a valorização do corpo. Assim, a cirurgia de prótese de mama permite que a mulher se exponha de maneira mais sensual e valorize a feminilidade.

Blefaroplastia – Já na região da face, a blefaroplastia — procedimento para retirar o excesso de pele nos olhos — também está em crescimento pós pandemia. Um dos motivos é o, já citado acima, efeito zoom.

A cirurgia traz um olhar mais leve e descansado. Pode ser realizado na parte de cima ou na parte de baixo e, normalmente, é feita com anestesia local.

Nanolifting – Ainda na região do rosto, o nanolifting associa três técnicas: lipoaspiração na papada, ou seja, retira a gordura, além disso puxa a pele e utiliza o laser para melhorar a qualidade da pele.

O profissional explica que é indicado para quem deseja tratar as gorduras no rosto e papo e pode ser associado com harmonização facial: “Para isso, retira-se a gordura do pescoço e distribui no rosto para deixá-lo mais suave”, afirma.

Também é realizado com anestesia local e não necessita longo período de afastamento.

Otoplastia – Outra cirurgia que também teve um aumento pós pandemia foi a de orelha, chamada otoplastia. É indicada para quem tem as orelhas mais proeminentes ou abertas.

Confira também:

Fique por dentro das novidades e dicas de moda e beleza com o #TrendsCHK.
Siga a gente nas redes sociais @trendschk.

NEWSLETTER

Receba as novidades no seu e-mail

Written by: Eduarda Costa

Deixe um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com