fbpx

Aparelho invisível dental aumenta confiança dos brasileiros

Além de melhorar o dia das pessoas, o simples ato de sorrir tem efeito positivo na saúde psicológica. O sorriso colabora na liberação da endorfina, hormônio associado ao bem estar que é liberado a partir do movimento dos músculos do rosto.

Porém, muitas pessoas se sentem inseguras para revelar seus sorrisos por terem algum tipo de má oclusão dos dentes. No Brasil existem 43 milhões de pessoas com má oclusão e 2 milhões de casos ortodônticos são realizados por ano. Uma pesquisa feita pela Universidade de Brasília em 2014 revelou que o sorriso corresponde a 40% da beleza da face na percepção das pessoas, desconsiderando qualquer caráter afetivo no julgamento, mas revelando uma área de atenção quando a autoestima é relacionada à estética.

Os aparelhos fixos são frequentemente usados pelos adolescentes, mas é mais raro encontrar coadultos utilizando o aparelho que é visível e muitas vezes incômodo. O que pode fazer muitos adultos acreditarem que não poderão realizar um tratamento rápido, eficaz e discreto que proporcione mais segurança ao sorrir, não só após o tratamento, mas também durante ele.

Dra. Natália Lombardo, dentista e sócia fundadora da SouSmile, startup brasileira de alinhadores dentais, explica que hoje existem no mercado alguns tratamentos que podem ajudar quem se sente assim. “O mercado se atualizou e hoje existem opções de tratamento com aparelhos invisíveis, estes deixam os pacientes muito mais confiantes, já que não são perceptíveis e devem ser retirados durante as refeições, tornando a limpeza muito mais fácil. Além disso, o tratamento contempla uma simulação da movimentação dos dentes, permitindo que o paciente saiba quanto tempo levará para concluir o tratamento e uma previsão de como ficará o seu sorriso”, explica.

Segundo pesquisa realizada com os pacientes da SouSmile 74% relataram melhora na autoconfiança com o uso do alinhador dental. Enquanto 83% afirmaram que as pessoas não percebem que estão usando um aparelho. Além disso, 73% das pessoas declararam notar mudanças no alinhamento do sorriso nas primeiras semanas de uso do alinhador.

Mari Merlim conta que usou aparelho fixo por quatro anos durante a adolescência, há uns 14 anos atrás, ela se lembra que o processo foi chato e doloroso, com muitas manutenções. Depois do tratamento ela optou por não usar a contenção nos dentes e com o passar dos anos percebeu que seus dentes voltaram a se desalinhar novamente. “Quando eu notei meus dentes estavam mais desalinhados do que antes do primeiro tratamento ortodôntico. E eu não queria mais passar por todo aquele processo novamente, decidi que iria viver com os dentes desalinhados. Porém eu comecei a perceber que eu parei de sorrir espontaneamente, achava que as pessoas estavam olhando só para minha boca. E isso transformou a minha relação com as pessoas, me deixando mais tímida e introvertida”.

Foi a partir dessas mudanças que a Mari percebeu a importância do sorriso para a autoestima dela. “Comecei a pesquisar pelo tratamento com alinhadores invisíveis e logo decidi que era o que eu precisava. Ao encontrar um preço que cabia no meu orçamento, decidi tomar essa decisão e hoje sou muito feliz com meu sorriso. Ao final do tratamento descobri que eu gosto de usar batom colorido. Nos últimos anos eu só usava batom nude porque achava que ficava melhor em mim, até que eu notei que eu deixava de usar batom colorido porque eu achava que as pessoas iam olhar para minha boca e eu não gostava dos meus dentes. Foi uma mudança libertadora”, finaliza.

Confira também:

Fique por dentro das novidades e dicas de moda e beleza com a #TrendsCHK.
Siga a gente nas redes sociais @trendschk.

NEWSLETTER

Receba as novidades no seu e-mail

Written by: Ana Leichiringue

Deixe um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com