fbpx

Thais Farage e Fefe Resende lançam o Profissão Personal Stylist

Em 152 aulas divididas em 9 módulos, o curso Profissão Personal Stylist visa qualificar o mercado e transformar os padrões limitantes da moda em ideias criativas

Thais Farage e Fefe Resende se juntam para o lançamento do Profissão Personal Stylist, o curso mais profundo e mais conectado com a atualidade que o mercado brasileiro já disponibilizou. Serão 152 aulas online, distribuídas em 9 módulos, com duração de seis meses, a começar em janeiro de 2022. As aulas serão gravadas, com encontros virtuais ao vivo para tirar dúvidas e criar discussões pertinentes, e os alunos ainda terão acesso ao conteúdo por um ano. Tendo como pilares técnica, negócios e comunicação, o curso terá 10% de vagas sociais, visando a pluralidade, diversidade, oportunidade e inclusão para pessoas interessadas no conteúdo ministrado.

Thais Farage, consultora de moda subversiva e co-autora do livro “Mulher, Roupa, Trabalho – Como se veste a desigualdade de gênero”, convidou Fefe Resende, criadora da Oficina de Estilo (que, por 15 anos, construiu um território de formação, troca e produção autoral de conteúdo online e offline -, autora de quatro livros e responsável por trabalhar identidade, auto-expressão e construção de narrativas desde 2001), para criarem e empreenderem juntas no Profissão Personal Stylist:

“O mercado da moda já existe, mas está saturado com as mesmas referências. O segmento ainda é muito jovem e oferece muitas possibilidades, porém, com esse rápido crescimento, acabamos entrando no universo do estilo sem pensar muito. O curso Profissão Personal Stylist pretende qualificar o mercado já existente e fazê-lo mais amplo e diverso, oferecendo espaço para todos”, diz Thais Farage.

A dupla se conheceu no curso de consultoria de moda ministrado por Fefe Resende em 2014. “Atendemos mais de 500 alunas na Oficina de Estilo e ainda hoje me lembro do desempenho de Thais e de suas palavras quando apresentou seu trabalho final. Ela é uma pessoa brilhante e uma das poucas que criou seu próprio negócio, de forma totalmente autoral, indo na contramão da pasteurização desse mercado”, conta Resende.

A ideia do Profissão Personal Stylist é formar profissionais atuantes, com assinaturas autorais, com capacidade de reconhecer sua identidade própria para então, trabalhar a identidade de clientes. Desta forma, é possível criar uma cultura menos competitiva, menos rasa e replicadora de ideias semelhantes, e transformar isso em algo plural, rico em diversidade – de forma mais colaborativa, questionadora, crítica e inovadora:

“Moda é pra ser feliz, é paixão, é ferramenta de reconhecimento e de (auto)expressão. É uma linguagem que comunica com eficácia, que abre portas de conexão, que empodera. No final de uma consultoria de moda, quase sempre a cliente se preocupa menos com opiniões e olhares e, na mesma medida, sente confiança para apostar nas próprias escolhas e invenções – e esse é um resultado que dá brilho, enche de vida, encoraja a experimentar mais, a seguir aprendendo. Que esse também seja um resultado a se alcançar a partir dessa formação, e que o brilho da confiança das nossas colegas acenda todo o nosso mercado”, conclui Fefe Resende.

Confira também:

Fique por dentro das novidades com a #TrendsCHK.
Siga a gente nas redes sociais @trendschk.

NEWSLETTER

Receba as novidades no seu e-mail

Written by: Ana Leichiringue

Deixe um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com