fbpx

Café amarela os dentes? Dentista esclarece essa dúvida sobre saúde oral

Café amarela os dentes? Parceiro de todas as horas, o bom e velho cafezinho está sempre ali – durante as manhãs, depois do almoço com os amigos, no lanche da tarde, e durante o trabalho.

O mercado brasileiro de café é o maior do planeta, com uma participação de cerca de 14% do consumo mundial. De acordo com o Instituto de Pesquisa Euromonitor, a média de ingestão de uma pessoa no Brasil é de 835 xícaras de café por ano, o que significa duas xícaras e um pouquinho por dia. Até 2025, essa média deve subir para 1.050 xícaras anuais.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), durante a pandemia de Covid-19 o crescimento do consumo de café nos lares foi de 35%. O isolamento social fez com que os apreciadores do cafezinho aprendessem diferentes formas de degustar a bebida. E esse é um hábito que veio para ficar.

Saúde oral

Ao mesmo tempo em que o consumo de cafés gourmet aumentou no país, a preocupação com a saúde oral também se intensificou nos últimos anos. Uma pesquisa do Conselho Federal de Odontologia mostrou que nove a cada dez brasileiros acreditam ser muito importante ir ao dentista com regularidade.

Ter um sorriso branco, por exemplo, se tornou uma tendência estética e, para algumas pessoas, uma necessidade psicológica. Mas, nem todos conseguem isso de forma natural, culpando o café pelo tom amarelado dos dentes.

Mas a culpa é mesmo do café?

Essa relação entre o consumo de café e a saúde oral sempre gerou muitas dúvidas. Afinal, é possível continuar tomando café e manter os dentes saudáveis?

O cirurgião-dentista, sócio e diretor clínico da Signature Clínica Boutique, Andreas Koren, aponta que beber café não amarela os dentes diretamente. No entanto, o consumo da bebida em uma temperatura muito alta pode causar esse aspecto amarelado e o envelhecimento dos dentes. “Obviamente ninguém irá tomar café frio, mas, ao consumi-lo de forma correta, em uma temperatura agradável – e não fervendo – não é preciso abrir mão do saboroso cafezinho do dia a dia”, explica o profissional.

Genética

Fatores genéticos também influenciam na coloração, assim como doenças congênitas que causam problemas no esmalte dos dentes. Além disso, alterações endócrinas e hormonais da tireoide também podem influenciar.

Passar do tempo

É normal que, com a idade, os dentes amarelem, pois eles são submetidos a uma série de condições que provocam mudanças naturais durante a vida. O fundamental é sempre manter uma boa higienização.

Prevenção

Prevenir as manchas de alimentos e bebidas nos dentes é bem simples, já que os hábitos básicos de higiene oral são suficientes, “Basta manter uma boa escovação, beber água e realizar a limpeza com o dentista periodicamente”, aponta o Dr. Andreas.

Caso os dentes já estejam amarelados, o tratamento de clareamento dental correto devolve a beleza ao sorriso.

Confira  também:

Fique por dentro das novidades e dicas de moda e beleza com o #TrendsCHK.
Siga a gente nas redes sociais @trendschk.

NEWSLETTER

Receba as novidades no seu e-mail

Written by: Eduarda Costa

Deixe um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com