fbpx

Creme vegano é a novidade do mercado de estética

Creme vegano é a novidade do mercado de estética contra a celulite 

O produto promete deixar a pele macia, uniforme e firme, com atividade comprovada cientificamente

Foto: Creme anti-celulite Créditos: Empório Magistral

Os desenvolvedores do Creme Reconstrutor contra a celulite afirmam que o novo produto é capaz de reduzir o aspecto de “casca de laranja” da pele, diminuir a celulite e deixar a pele macia, uniforme e firme. Os benefícios são possíveis graças aos fitoativos do Creme, que apresentam atividade lipolítica e anticelulite comprovada cientificamente, além de aumentar a síntese de colágeno e de elastina local.

O Creme Vegano surge como uma novidade importante no arsenal de medidas de combate ao “maior inimigo das mulheres”. O produto foi desenvolvido por uma das empresas brasileiras de destaque do Mercado Magistral, a partir de ativos naturais e sem nenhum composto químico, como o extrato de guaçatonga, o óleo de macadâmia, o extrato de Hera, o extrato de brassica campestris, o óleo de café verde, o extrato de marapuama, o extrato de pfaffia paniculata e o extrato de catuaba. “O creme reconstrutor contra a celulite do Empório Magistral atua para melhorar a celulite devolvendo o aspecto natural da pele na região tratada”, Silmara Spinelli, que liderou o projeto de desenvolvimento do produto.

A celulite, como explica Silmara, farmacêutica bioquímica e fundadora do Empório Magistral, é uma desordem metabólica no tecido subcutâneo, que causa deformações na pele, na circulação e no tecido adiposo, ou seja, no tecido de gordura. “Diversas são as causas para a celulite, como o acúmulo de água nos tecidos da pele e alteração na circulação, em que o fluxo sanguíneo na região com celulite passa a ser menor que nas outras áreas. Além disso, a celulite é tida também como decorrente de um processo inflamatório”, explica. Apesar de a celulite afetar homens e mulheres, as mulheres realmente são o público que sofre mais com essa condição. “Pesquisadores já demonstraram que os lóbulos de gordura nas mulheres são superiores ao dos homens e essa organização diferenciada causa aumento no volume do tecido de gordura que invade a pele, causando as deformações”, esclarece Silmara.

Pesquisas atuais buscam ativos antioxidantes que influenciam nos mecanismos bioquímicos para tratar a celulite através da reconstrução tecidual, da redução da inflamação, da melhora da circulação e da reestruturação do colágeno e da elastina. “A nossa preocupação é desenvolver produtos naturais que atendam, realmente, as necessidades dos nossos clientes e nesse contexto, o Creme Redutor Vegano do Empório Magistral, chega como uma grande novidade nesse mercado”, conclui Silmara Spinelli.

Confira também:

Fique por dentro das novidades com a #TrendsCHK.
Siga a gente nas redes sociais @trendschk.

NEWSLETTER

Receba as novidades no seu e-mail

Written by: Lucas Nóbrega

Deixe um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com