fbpx

CEO explica processo de produção de semijoias

Caio Gazin conta quais são as principais etapas do processo de produção de semijoias de sua marca

As semijoias são acessórios que se assemelham as joias raras em sua aparência. Para chegar a um resultado tão preciso e com muita qualidade é necessário um processo de fabricação muito rigoroso para que a matéria prima ganhe um acabamento perfeito que impressione e desperte o desejo do consumidor.

De acordo com Caio Gazin, CEO da Gazin Semijoias, todo o processo é muito importante, porém o acabamento é o grande diferencial de sua marca, que oferece produtos muito parecidos com joias. “Investimos mais tempo no acabamento para que essas peças fiquem com cara de joia, mais delicadas, mais confortáveis e mais leves. Outro grande diferencial é no processo de banho, que é feito dentro da fábrica da Gazin, com aplique do banho de três ouros. O processo de verniz é mais um grande diferencial, para aumentar o brilho e resistência das peças“, explica.

Na Gazin, é feito por um processo de Alta Fusão, onde é elevado o metal latão a quase mil graus para que as semijoias possam ser fundidas no formato desejado, usando microzircônias feitas em laboratório, e cristais lapidados no processo. Em seguida é levado para a parte de acabamento na lixa manual e, por fim, o banho. “É importante que nesse passo não se utilize níquel, ele pode causar alergias e processo cancerígeno. Já a fabricação de joias tem menos etapas, porém semelhantes, também passa pelo processo de fundição, se aplica o acabamento e a peça está pronta“, detalha.

Caio revela que busca em seu processo de fabricação diminuir os impactos ambientais com a adoção de medidas sustentáveis. No processo produtivo de banho, o gás que é formado contamina a fauna e a flora. Para que isso não aconteça, é feita a lavagem desses gases para que possam ser liberados na natureza. Além disso, a Gazin possui uma estação de tratamento, que cuida de toda água com impurezas que vem da produção dos produtos. Essas impurezas são decantadas, a água é liberada no esgoto, para o meio ambiente, de uma forma limpa e sem causar danos a ninguém.

A nossa fábrica, também conta com um regenerador de água, que ajudou a diminuir consideravelmente o consumo de água dentro da empresa, que passou de 50 mil litros por semana, para 5 mil litros. Em 2019, adotamos como prática, não embalar mais de 70% das nossas peças em saquinhos, para não ter uso de plástico em grande quantidade“, relata Caio, que com essas medidas atingiu resultados positivos, reduzindo em média de 400 mil embalagens por mês, para 1000 mil embalagens.

Veja também:

Fique por dentro das novidades e dicas de moda e beleza com o #TrendsCHK.
Siga a gente nas redes sociais @trendschk.

NEWSLETTER

Receba as novidades no seu e-mail

Written by: Ana Leichiringue

Deixe um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com